Saltar diretamente para o conteúdo

O Museu a partir de casa

Preocupado com a forma como o vírus do tédio pode afetar os seus visitantes, amigos e seguidores, o Museu Bordalo Pinheiro tem investido na divulgação digital da obra bordaliana para que todos possam aceder a ela facilmente.
Através do site, do Facebook ou do Instagram poderá descobrir a imensa obra de Rafael Bordalo Pinheiro e divertir-se sem sair do sofá.

Explore o Universo Bordaliano

Rafael Bordalo Pinheiro é um mundo. A partir da coleção do Museu convidamo-lo a explorar a sua obra, a interpretar o seu significado e a descobrir pormenores e detalhes do seu trabalho artístico a partir de casa.
Nesta secção do nosso site constantemente atualizada com diversos recursos digitais, poderá conhecer personalidades e personagens do universo bordaliano, descobrir detalhes surpreendentes da obra através da imagem em movimento, e ler reflexões e estudos em torno da obra do artista que podem contribuir para aprofundar o seu conhecimento. 
Explorar

Rafael Bordalo Pinheiro – Penico John Bull. Fábrica Bordallo Pinheiro, 1890. Colecão Museu Bordalo Pinheiro.

Conheça as mais de 13 mil peças da coleção

O Museu Bordalo Pinheiro possui uma notável coleção da obra artística de Rafael Bordalo Pinheiro e do seu filho, Manuel Gustavo. A multiplicidade de conteúdos e de significações associadas à obra confere-lhe um duplo estatuto de objeto de arte e de documento. A partir da coleção de Cruz Magalhães, fundador do Museu, o acervo tem vindo a ser enriquecido ao longo dos últimos 100 anos.
A coleção conta com cerca de 13 200 objetos distribuídos pelas seguintes categorias: Azulejaria, Cerâmica, Desenho, Equipamentos e Utensílios, Escultura, Documentação, Fotografia, Gravura, Mobiliário, Pintura, Têxteis, entre outras.
Conhecer a coleção

Rafael Bordalo Pinheiro – Terrina. Fábrica Bordallo Pinheiro, sem data. Colecção Museu Bordalo Pinheiro. Fotografia: Paulo Cintra e Laura Castro Caldas

Livros e jornais. A obra de Bordalo para os leitores mais ávidos

Rafael Bordalo Pinheiro dirigiu jornais durante 30 ininterruptos anos e colaborou ao longo da vida com diversas publicações, nos quais podemos encontrar parte significativa da sua obra gráfica. Nos últimos anos, o Museu Bordalo Pinheiro tem contado com a importante parceria da Hemeroteca Municipal de Lisboa para a digitalização de alguns desses periódicos e de livros que o artista ilustrou pertencentes à Biblioteca do Museu. Além destas obras, a Biblioteca integra ainda um conjunto de publicações relacionadas com a História do Museu.
Convidamo-lo, assim, a explorar as centenas de publicações que temos o gosto de ir disponibilizando ao público, progressivamente, através do site.
Consulte os Jornais Bordalianos
Consulte livros de Bordalo
Consulte livros em que Bordalo colaborou

Consulte obras dedicadas à História do Museu

Rafael Bordalo Pinheiro – Ilustração para o jornal A Paródia, 28/11/1900.

O humor bordaliano nas redes sociais

As redes sociais são uma das melhores formas de conhecer as peripécias da vida de Rafael Bordalo Pinheiro, aprender mais sobre as suas obras e, sobretudo, divertir-se. Partilhamos diariamente, através das nossas contas de Facebook e Instagram, histórias, imagens e curiosidades relacionadas com a obra de Bordalo Pinheiro, levando o humor bordaliano ao seu computador ou smartphone.
Também disponibilizamos através do nosso canal de YouTube vários vídeos que mostram o nosso Museu, a sua coleção e os diferentes projetos .
Siga-nos no Facebook, no Instagram e no YouTube

Rafael Bordalo Pinheiro – Ilustração para o jornal A Paródia, 02/04/1902.

Atividades divertidas para crianças e famílias

Pensando particularmente naqueles que estão em casa com crianças, disponibilizamos recursos pedagógicos onde os mais novos poderão encontrar várias propostas de atividades, a serem feitas em família, que ajudam a passar o tempo e a conhecer a obra de Bordalo.
Imprima-os e divirta-se!
Caderno de Exploração de Atividades
Guia Didático Bordalo

Rafael Bordalo Pinheiro – Ilustração para a última página de O Mosquito, 26.05.1977.