Voltar à página anterior Oficinas

Bordalo à Lupa

Observação miúda e visão exagerada

19 de Junho a 24 de Julho de 2019

Jovens, Adultos, Famílias

Oficina com Graça Pinto Basto e Maria João Frade

Observar, listar e anotar através da representação gráfica com grafite, carvão, aguarela e outros materiais. Depois… produzir uma publicação anotada como resultado do trabalho realizado nas oficinas. Eis o que se pretende com esta proposta de Graça Pinto Basto, que convida a desenhar e pintar à maneira de Bordalo:

Com “Bordalo à Lupa” vamos observar com atenção a sua obra gráfica e cerâmica e representar, através do desenho e da pintura, à maneira de Bordalo, o que mais nos despertar a imaginação.

A lupa foca, aumenta e distorce. E assim, tal como o artista, que tinha “a observação miúda e a visão exagerada” (in Ilustração Portuguesa, nº 65, 30 de janeiro de 1915), com olhos de ver e mão disponível, iremos listar e registar graficamente estes elementos, usando grafite, carvão e aguarela.

A obra de Bordalo confunde-se com a nossa contemporaneidade. Vendo e lendo a sua imensa produção – e rindo com ele de nós próprios – reconhecemos tipos, figurantes e costumes que o seu talento de caricaturista imortalizou. O imenso e peculiar bestiário, que encontramos em toda a sua obra, desfilará ao longo das sessões revelando bichos vários: a lagosta, o caranguejo, a rã, o sapo, o cão, o gato, o peru, o ganso, a porca, o gafanhoto, a andorinha, sozinhos ou em apetitosas composições… sendo a presença felina recorrente.

Ao longo das sessões serão promovidas pequenas mostras da evolução do trabalho realizado em oficina, tendo em vista a produção de uma publicação anotada, concretização final do trabalho realizado ao longo deste ciclo.

Datas
19 e 26 de Junho, 3, 10, 17 e 24 de Julho
Horário
18h30 às 20h30
Público-alvo
Adultos e jovens a partir dos 14 anos
Limite de participantes
8-10 participantes
Custo
30 euros (6 sessões)
7,50 euros (sessões avulso)
Informações e inscrições
bilheteira@museubordalopinheiro.pt 
T. 215 818 544/0